Bolsonaro e o vídeo que vacinas causam AIDS

Bolsonaro e o vídeo que vacinas causam AIDS

Presidente Bolsonaro em vídeo publicado no Facebook no mês de outubro recomenda artigo onde o mesmo afirma que as vacinas estariam causando síndrome de deficiência imunológica mais rápido do que o esperado.

Imediatamente o Facebook removeu o vídeo acusando o Bolsonaro de estar espalhando desinformação.

Bom, nesta época várias pessoas publicaram artigos baseados em dados fornecidos pela agência de saúde do Reino Unido que vem monitorando a eficacia das vacinas experimentais, a UKHSA (UK Health Security Agency) publica documentos semanais com dados das pessoas hospitalizadas com Covid-19.

Como exemplo do documento elaborado pela agência inglesa, segue link com o monitoramento da “semana 44”:

https://assets.publishing.service.gov.uk/government/uploads/system/uploads/attachment_data/file/1032671/Vaccine_surveillance_report_-_week_44.pdf

Vários autores da mídia independente começaram a fazer as suas análises e vários deles interpretaram os dados publicados pela agência inglesa como prova de que as vacinas não funcionam e que basicamente perdem a eficácia completamente em torno de 6 meses após a segunda dose.

Pois, o que os dados da agência vem mostrando é: mais pessoas vacinadas estavam sendo hospitalizadas com Covid-19 do que pessoas não vacinadas.

O que fez alguns autores chegarem a conclusão que as vacinas poderiam estar causando uma deficiência imunológica nos vacinados e/ou causando ADE (Antibody Dependent Enhancement), quando os anticorpos das vacinas trabalham contra o próprio corpo, piorando o estado do paciente com Covid-19. Como mostra os artigos abaixo, publicados pela The Exposé:

https://dailyexpose.uk/2021/10/10/comparison-reports-proves-vaccinated-developing-ade/

https://dailyexpose.uk/2021/10/15/its-worse-than-we-thought-fully-covid-vaccinated-ade/

Outro autor bem popular na mídia independente que faz análise dos dados publicados pela agência inglesa é o Igor Chudov.

Ele vem mostrando como a eficácia das vacinas vem diminuindo semana a semana com cada publicação da UKHSA e mostra o porque esta pandemia virou uma pandemia de vacinados e não o contrario como afirma a grande mídia. Segue link de seu primeiro artigo sobre o assunto:

https://igorchudov.substack.com/p/uks-vaccine-hell-gets-worse-every

Outros artigos como este: Hospitals full of vaccinated patients, Igor Chudov mostra que grande parte das hospitalizações são de pessoas vacinadas, e apresentam doenças similar a covid-19, ou pneumonia bacteriana, o que mais uma vez pode sim ser interpretado como uma diminuição na imunidade ou as vacinas “atrapalhando” o sistema imunológico “nato” das pessoas. O que pode ser interpretado como uma “deficiência imunológica”.

Portando, estaria Bolsonaro mais uma vez espalhando desinformação a respeito da pandemia? Ou AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Humana Adquirida), na verdade é um termo brando e não necessariamente significa que a pessoa seja portadora do vírus HIV?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.